O último imperador

 

Um filme de Bernardo Bertulucci, 1988.

Esta história arrebatadora da vida de Pu Yi (John Lone), o último imperador da China, segue o reinado tumultuado do líder. Depois de ser capturado pelo Exército Vermelho como um criminoso de guerra em 1950, Pu Yi , na prisão, se recorda de sua infância. Ele se lembra de sua juventude pródiga na Cidade Proibida, onde lhe foi proporcionado todo o luxo, mas, infelizmente, protegido do mundo exterior e da complexa situação política que o cercava.

 

 

Perdas e Danos

Um filme de Louis Malle, 1992.

Uma releitura da tragédia grega onde o pathos, os contrapontos, tão característicos do drama, aparecem nesta trama com inúmeras referências a mitologia grega.

 

Medéia

Um filme de Pier Paolo Pasolini, 1969.   

Medeia centra-se na vontade de vingança de uma esposa contra o marido infiel. A história passa-se em Corinto algum tempo depois da expedição dos Argonautas comandados por Jasão para reconquistar o Velocino de Ouro, durante a qual ele conheceu Medeia. Tragédia escrita por Eurípides no século V a.C.

 

Electra

 

Um filme de Michael Cacoyannis, 1962.

Depois da guerra de 10 anos contra Tróia, Agamemnon, o general de todos os gregos, retornou vencedor ao seu reino e acaba sendo assassinado pela articulação de sua esposa Clitemnestra juntamente com Egisto, seu rival. Electra, filha do pai assassinado e da mãe assassina, guarda o desejo da vingança que se consumará mais tarde com a ajuda de seu irmão Orestes. Esta é a tragédia escrita por Eurípides no século V a.C.

Iphigenia

 

Um filme de Michael Cacoyannis, 1977.

Segundo Eurípides, antes de partir para Troia, Agamemnon irritou Ártemis ao caçar um cervo em uma floresta sagrada e se gabar de ser o melhor caçador. Como punição os ventos no porto de Áulis pararam e Agamenon deveria sacrificar sua filha em um altar a Ártemis, para que a deusa fizesse soprar bons ventos para a partida dos exércitos gregos a Troia. Essa é a tragédia escrita pelo autor no séc. V a.C.